BREVE HISTÓRIA DO IPHONE

O iPhone é o mais popular smartphone da atualidade. Desenvolvido pela Apple, o aparelho possui funções de iPod (outro eletrônico desenvolvido pela empresa) e câmera digital, é capaz de entrar na internet via conexão Wi-fi ou 3G, além de uma enorme quantidade de aplicativos, o que o torna capaz de satisfazer as mais diversas necessidades do usuário.

Um pouco depois da criação do iPod, quando Steve Jobs, o famoso CEO da Apple, decidiu que a empresa deveria entrar de alguma forma no mercado de telefonia móvel. A ideia de um novo aparelho parecia ser relativamente simples: um celular com iPod. A primeira tentativa da empresa se tratou de uma parceria entre a mesma, a Motorola e a Cingular, empresa de telefonia móvel da AT&T, no desenvolvimento de um aparelho inovador: o ROKR. Contudo, o projeto acabou não dando muito certo.

Foi assim que Jobs percebeu que a Apple deveria desenvolver seu próprio celular. Mesmo assim, neste novo projeto, a famosa companhia da maçã manteve sua parceria com a Cingular. Por volta de 2005, os melhores engenheiros da empresa foram escalados para dar início ao desenvolvimento do iPhone.

Um ano depois, o protótipo do produto não correspondia às expectativas: os aplicativos se corrompiam e a bateria do aparelho não carregava. De fato, Jobs precisava de algo realmente revolucionário, uma vez que a Apple não podia decepcionar naquela empreitada. A AT&T esperava, no mínimo, algo realmente bom, uma vez que assinara com a Apple um contrato de exclusividade, um meganegócio para Jobs. Além disso, críticos e usuário esperavam ansiosamente pelo lançamento de uma grande novidade na convenção anual MacWorld.

Em 29 de junho de 2007 o aparelho já estava à venda. Seu desenvolvimento custou cerca de US$150 milhões. Só até o final daquele ano, cerca de 3 milhões de unidades haviam sido vendidas.